Pretty Strong - Projeto para filme de escalada no Kickstarter

Pretty Strong – Projeto para filme de escalada no Kickstarter

Posted Posted in Filmes, Notícias, Vídeos

Pretty Strong – projeto para filme de escalada no Kickstarter.

O Grupo Never Not Collective tem em angariação no KickStarter uma longa metragem sobre escalada.

O filme Pretty Strong irá documentar 5 mulheres escaladoras, enquanto exploram novos locais, novos projetos, ultrapassando barreiras individuais e de género.

Pretendem motivar outras escaladoras femininas a saírem das suas rotinas, das suas zonas de conforto, levando-as a querer escalar, quer no ginásio (indoor), ou na natureza (outdoor).

Este filme é para aquele escalador “preso” no sofá,  a recuperar de uma lesão. Este filme é para aquela mulher de meia idade, que acabou de subir uma rocha a primeira vez e, que achava que o mundo da escalada não era lugar para ela. Este filme é para o escalador que procura inspiração para sair e ir ao ginásio ou à rocha.

Se você é um escalador, este filme é para você.

O projeto estará ativo para comparticipação até 28 de setembro de 2017, tem como meta a angariação de $50,000 tendo já angariado mais de $20,000.

O Grupo Never Not Collective é formador por:

Colette Mcinerney – Fotógrafa para várias marcas como a Red Bull, a National Geographics, entre outras…

 

Julie Ellison – Editora da revista Climbing

 

Shelma Jun – Fundadora da comunidade de escaladoras Flash Foxy

 

Leslie Hittmeier – Editora da revista Skiing

 

 

 

 

Exercícios com elásticos

Exercícios com elásticos para prevenir lesões na escalada

Posted Posted in Notícias, Saúde, Treino

Fortalecimento dos dedos. Exercícios com elásticos para prevenir lesões na escalada

As mãos são possivelmente uma das partes mais complexas e delicadas que possuímos na anatomia humana.

Não nos podemos dar ao luxo de nos lesionarmos por ignorarmos exercícios simples que vão ajudar-nos a melhorar a nossa força e desempenho.

Os dedos são as ferramentas básicas para a prática da escalada, no entanto, muitas vezes lesionamo-los e sobrecarregamo-los.

Isso acontece por não sabermos, por ignorância, como treiná-los ou fortalecê-los progressivamente, sem recorrer a treinos agressivos desnecessários.

Recomendamos este vídeo para saberes como realizar em segurança um treino simples de três exercícios com elásticos.

Podemos realizar estes exercícios em qualquer lado: enquanto assistimos televisão, ouvimos música ou passeamos no campo.

O mais importante é que vai ajudar a prevenir lesões, que em conjunto com o fortalecimento dos antebraços vai torná-lo um escalador mais forte e com melhor saúde nas mãos.

Vídeo da famosa escaladora Sierra Blair propondo três exercícios simples para fortalecer os dedos e prevenir lesões.


Tradução autorizada do site escaladagranada.es

Escalada Granada

Wind & Rattlesnakes Filme

Filme Wind & Rattlesnakes

Posted Posted in Notícias, Vídeos

Filme Wind & Rattlesnakes – a incrível história de um grupo de escaladores que se fixaram em Lander no Wyoming.

Wind & Rattlesnakes conta a incrível história de um grupo de alpinistas de classe mundial que decidiram rumar a Lander, Wyoming. Escolheram o local devido à sua geologia única e à oportunidade de escalar sem aglomerações. Estes escaladores aventureiros encontraram algo mais que rochas, encontram uma casa: Lander, uma tranquila aldeia que se transformou numa das comunidades mais acolhedoras  do mundo para a prática da escalada.

Kyle Duba

Ano: 2013
Duração: 56 min.
País: Estados Unidos
Productor: Kyle Duba

 

Entrevista pedro quiça

Entrevista de Pedro Quiça ao porto Canal

Posted Posted in Escalada desportiva, Montanhismo, Notícias, Vídeos

Entrevista de Pedro Quiça ao programa Olá Maria! do Porto Canal.

Nesta entrevista ao programa Olá Maria!, Pedro Quiça fala sobre as suas origens, o seu contínuo contacto com a natureza e de que forma influenciaram a sua vida.

Fala também sobre a evolução que houve no montanhismo e escalada, que ao contrário de há vários anos atrás, houve uma grande evolução havendo agora locais de formação especializados para a aprendizagem das modalidades em segurança, bem como facilidade na aquisição de equipamento homologado.

“A Radicalidade destes deportos depende da forma como cada um os pratica.”

Como formador, para além da valorização da componente técnica e de segurança, acaba por valorizar mais ainda, a influência desta prática desportiva, na mudança da forma de encarar a vida.

Pedro Quiça é originário de Faro, é desde 2003, diretor técnico da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal (FCMP). Detentor do título profissional de Treinador de Desporto (TPTD) em Pedestrianismo – Grau III. Possui formação académica em Ciências do Ambiente (UAb) e em Geologia (FCUL). É formador de técnicos de percursos pedestres da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal/Escola Nacional de Montanhismo (FCMP/ENM). É técnico de senderos da Federación Española de Deportes de Montaña y Escalada/Escuela Española de Alta Montaña (FEDME/EEAM).

Autor dos livros:

Passo a Passo – Manual de Caminhada e Trekking, 2015, Esfera dos Livros;

Guia de Montanha – Manual Técnico de Montanhismo, 2010, FCMP.

 

 

Contribuições das atividades físicas de aventura para o ambiente

Posted Posted in Biblioteca, Documentos, Notícias

O potencial das atividades físicas de aventura na natureza: as contribuições para o meio ambiente

Alcides Vieira Costa, Alberto Reinaldo Reppold Filho

O desenvolvimento das Atividades Físicas de Aventura na Natureza (AFAN) é um tema que vem sendo discutido e estudado há muitos anos em diversos setores da sociedade. Segundo Straker (2014), na Nova Zelândia, há mais de 150 anos são estudas questões ligadas às AFAN. Uma das abordagens ao tema é a que se refere à necessidade de análise das contribuições que estas atividades trazem aos praticantes, à sociedade, às comunidades locais, à economia, ao turismo e ao meio ambiente.

Segundo Costa (2006), as contribuições ligadas à realização das AFAN são diversas e de grande importância. Tem-se como exemplo: a revitalização demográfica, económica e social de zonas rurais; a possibilidade de se viver intensamente o tempo livre; o retorno à natureza associado à consciencialização sobre o problema da degradação ambiental; e a viabilização de relações sociais gratificantes.

Entretanto, existem impactos ambientais negativos preocupantes, já que algumas AFAN podem degradar o meio ambiente sem o controle dos entes oficiais ou dos responsáveis pelas atividades (Willis (2002), Marshall (2003) e Machado (2005)).

Ciente desta questão, surge necessidade de estabelecer as contribuições das AFAN para o meio ambiente.

Objetivo: Estabelecer as contribuições das atividades físicas de aventura na natureza para o meio ambiente.

Link para o artigo

 

E-Balonmano.com: Revista de Ciencias del Deporte
Mail: ebm.recide@gmail.com
ISSN: 1885 – 7019 / Periodicidad Cuatrimestral